DESINSETIZAÇÃO

A desinsetização é um processo de controle de insetos rasteiros e voadores.

 

Estes insetos podem ser baratas, pulgas, traças, formigas, moscas, mosquitos e pernilongos, além de aranhas e escorpiões.

 

Na desinsetização, há diversos tipos de inseticidas e técnicas de controle cuja escolha varia de acordo com a praga que se pretende controlar, o nível de infestação e a atividade desenvolvida nos locais a serem tratados. Algumas técnicas atuais de controle são a pulverização, atomização, termonebullização, polvilhamento, iscagem com inseticidas granulados e gel.

 

O controle de tais pragas é muito importante, pois elas geram inúmeros problemas como desconforto, prejuízos materiais e transmissão de diversas doenças. Para alcançar um resultado satisfatório no combate as pragas, é importante buscar empresas sérias que cumpram todas as normas que envolvem a aplicação de inseticidas, garantindo a proteção da saúde das pessoas e dos animais, além da preservação do meio ambiente.

 

Por fim, é importante discutir com seu prestador de serviço qual a frequência ideal da desinsetização para evitar que os insetos retornem.

Consiste no controle de insetos voadores e rasteiros. Inclui aranhas, baratas, pulgas, formigas, escorpiões, traças, mosquitos, lacraias, moscas e pernilongos. Para eliminar essas pragas, podem ser utilizados inseticidas granulados e em gel. Há técnicas variadas também, como polvilhamento, atomização e pulverização.

No polvilhamento ocorre a aplicação de inseticida em pó nos focos de insetos, como fendas, rachaduras e outros orifícios. Já a atomização consiste na aplicação de inseticida em um aparelho que fraciona a substância em gotículas que ficam em suspensão no ambiente. Por sua vez, a pulverização utiliza inseticidas no formato de cristais microscópicos. Eles são aplicados em superfícies, atingindo os insetos que entram em contato com a região.